Brasil Viaje de Graça 
Velejar é Preciso
Velejar é Preciso

      Um sonho de muita gente é viajar de navio conhecer lugares diferentes, pelos caminhos do mar, este é verdadeiramente um sonho que pode ser caro dependendo para onde você queira viajar e quantos dias.

      Muitas agencias de viagens podem te dar dicas e oferecer vantagens para viajar.

      Listarei algumas agencias aqui e também algumas dicas para você que é marinheiro de primeira viagem, o que deve fazer e como fazer para não ter problemas durante seu passeio.

      Para começar vamos a uma lista do que é preciso fazer :

   1 º  Voce precisa da Declaração de Bagagem Acompanhada: De acordo com a Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (Abremar),  em  cruzeiros  internacionais, todos  os   hóspedes    precisarão   preencher   uma  Declaração  de  Bagagem Acompanhada (DBA). Se houver na bagagem algo a declarar, o passageiro deverá se apresentar à Receita Federal. Se não, o formulário deverá permanecer em posse do hóspede para o caso de ser solicitado pela fiscalização aduaneira. Maiores informações no site : Receita Federal

   2º Check-in online: Se o sistema da sua empresa de cruzeiros permitir, faça seu check-in online. Isso o ajudará a economizar tempo na hora de embarcar no navio.

    3º  Precauções: Há navios que chegam a carregar mais de três mil malas. Portanto, antes de despachar sua bagagem, no momento do embarque, não deixe de etiquetar e lacrar com cadeado todas as suas malas. Na etiqueta, coloque dados como nome, endereço e telefone para contato. Objetos de valor devem ser levados na bagagem de mão. Além disso, verifique com a sua companhia de cruzeiro restrições de idades para crianças e gestantes.

    4º  Saúde: Caso esteja tomando remédios, não esqueça de trazê-los de casa. Todos os navios contam com centro médico e equipe a bordo para atender passageiros com problemas de saúde. Porém, os serviços e consultas médicas dentro do navio são cobrados à parte. Por isso, é importante que o hóspede adquira com seu agente um seguro médico ou de viagem no ato da compra do cruzeiro marítimo (tais seguros oferecem pagamento de reembolso dos serviços utilizados pelo hóspede). Em casos excepcionais, como surtos viróticos ou epidemias no navio, estes serviços não são cobrados

    5º   Documentação para cruzeiros nacionais: Para embarcar em um cruzeiro nacional, os viajantes brasileiros devem apresentar um documento de identidade válido dentro do Brasil, como passaporte, RG ou carteira de motorista

    6º     Documentação para cruzeiros no Mercosul: Para embarcar em um cruzeiro que irá visitar países do Mercosul, como Argentina e Uruguai, os viajantes brasileiros devem apresentar seu passaporte (com validade mínima de seis meses) ou seu RG (com, no máximo, dez anos de emissão). Não será permitido o uso de documentos como certidão de nascimento, CNH, CREA, CRM, OAB e Carteira de Identidade Militar. Hóspedes brasileiros que embarcarem com a Carteira de Identidade deverão apresentar a Tarjeta de Imigração Argentina devidamente preenchida, em duas vias. É possível encontrar a Tarjeta para preenchimento no site:  migraciones.gov.ar   ou imprima diretamente a sua tarjeta aqui:  Tarjeta de Imigração

    7º   Documentação para cruzeiros de travessia: Para embarcar em um cruzeiro que se dirige à Europa, o passageiro deve apresentar um passaporte com validade mínima de seis meses. Quanto à necessidade de vistos, os hóspedes deverão entrar em contato diretamente com o consulado dos países a serem visitados.

   8º Menores desacompanhados: Se estiver viajando para o exterior com menores desacompanhados do pai e/ou da mãe, certifique-se de levar uma autorização de viagem com firma reconhecida por autenticidade, emitida conforme a Resolução nº131/2011 do Conselho Nacional de Justiça, disponível no site: www.dpf.gov.br

     9º   No terminal: Segundo a Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (Abremar), o check-in das companhias de cruzeiros dificilmente se inicia antes das 11h da manhã. Como há um tráfego intenso de hóspedes desembarcando dos navios até este horário, é recomendado que os viajantes cheguem ao terminal após as 11h da manhã. Ao chegar ao terminal, dirija-se ao setor de bagagem para deixar as suas malas. Certifique-se mais uma vez que todas as suas malas estão identificadas antes de despachá-las.

     10º  Check-in: Depois de deixar as malas, procure o balcão de atendimento da sua companhia de cruzeiro e se informe sobre os procedimentos e horários de embarque. Lembre-se de ter em mãos todos os dados da sua reserva e documentos de identidade da família. O check-in se encerra duas horas antes da partida do navio. Por isso, verifique os horários de chegada e saída da sua embarcação

     11º   Bens de valor: Ao embarcar em um cruzeiro internacional, leve consigo a nota fiscal ou o comprovante de importação de bens de elevado valor de origem estrangeira que serão levados viagem, como computadores e câmeras fotográficas. Desta forma evita-se a posterior tributação dos objetos. Para mais informações visite o site:  receita.fazenda.gov.br

     12º  Desembarque: Ao final da viagem, antes de desembarcar, confira com cuidado todas as suas despesas de bordo, pois todas as divergências de valores deverão ser resolvidas dentro do navio. O passageiro não conseguirá nenhum reembolso após deixar o cruzeiro.

      Após todas estas providencias meu desejo de Boa Viagem a todos.

 

 

Gostou? Deixe sua observação aqui:Contatos

             |                                                                                                                                                          botão

 Inicio

Google+

Portal Tributário

Translate this Page

Rating: 2.7/5 (1199 votos)






Partilhe este Site...